Posted on 69 Comments

Levantamento técnico para escalonamento da produção

No fim de 2016 percebi que existiam “gargalos” na produção, alguns custos básicos que influenciariam e muito a velocidade de crescimento do projeto, basicamente foi indentificado que o maior custo era a compra de parafusos com gancho, representando quase 100% do valor dos protótipos até o momento, as garrafas até o momento eram proveniente de descartes e havia um pequeno desembolso até o momento com a compra da terra e tintas, porém relativamente pequenos.

O vaso precisa de rega diária, porém este custo é computado em outro cálculo, até o momento estava sendo considerado o custo de produção dos vasos, portanto os cálculo mostravam que o custo dos parafusos representariam um risco muito grande para o sucesso futuro do projeto.

Foram necessário semanas pensando no problema para imaginar uma saída, muita incertezas rondavam o projeto, sem esses parafusos a produção estava parada há semanas e nada podia ser feito. Dispondo de zero de caixa foi-se necessário levantar possibilidades de obter esses parafusos de uma forma sem custos, se tivesse caixa apenas iria na loja e compraria, mas com 0 de recursos e nenhuma pessoa próxima interessada em ajudar foi necessário quebrar a cabeça e ficar muito tempo parado, o que eu fiz? confira no próximo post, a solução dos parafusos, um santo arcanjo na minha vida.

Posted on 264 Comments

Multiplicação na vertical: inovação do sistema, garantia de desenvolvimento saudável

Com a facilidade que o sistema habilita, como trocar facilmente os vasos de posição, percebi que era fácil aproveitar o novos espoliões dos morangos sem bagunçar as coisas, diferente de multiplicação no solo, onde a planta se espalha de forma disforme e, pior, nos cultivos tradicionais são retirados os espoliões pois são vistos como um problema da produção, já que ocupam espaços fixos e precisam ficar dentro de limites pequenos, para que se possa fazer a colheita. Então este novo sistema encara esta “habilidade” do morango como vantagem, aproveitando ao máximo o valor da planta.

Posted on 69 Comments

Primeiros espoliões: após a produção de frutos a planta se multiplica

Essa multiplicação resultou numa adição de valor incrível para o projeto, cada muda foi comprada por R$2,00 reais e sem dispor de recursos para novas compras, precisou-se de tempo e paciência para esperar as plantas se multiplicarem, o que surpreendeu foi a velocidade com quem se multiplica dentro de condições boas, atingindo número incríveis, como a partir de somente 2 plantas obter cerca de 500 novas mudas em somente 9 meses.

Posted on Leave a comment

Segundo morangueiro com frutos maduros

As duas plantas deram frutos, mostrando um excelente resultado, apesar do número de plantas ser limitado, a incerteza em relação a produtividade foi diminuida, assim consolidade o morango como cultivo principal. Esta planta teve seu local alterado neste momento sensível, estava anteriormente numa parede e foi-se colocada no chão para multiplicar-se nos vasos, de forma a revelar ansiedade do produtor.

Posted on 32 Comments

Prateleira de morangos: técnica de cultivo alternativa

Sem contar com caixa para comprar mais insumo, ganchos com parafuso, foi-se improvisado uma forma de cultiva e multiplicação dos morangos de forma a não utilizar ganchos, apesar de muito lucrativa, tem uma limitação física que é não utilizar o espaço vertical, onde tem-se maior número de vasos por metro, com melhor incidência de luz solar e facilidade de rega.

Posted on Leave a comment

Novo produto: Vaso Hortical em Pé

Numa tentativa de economiza parafusos e preencher espaços vazios entre as garrafas foi-se criado uma nova versão de produtos, em pé, com um único gancho. Esta versão ficou estéticamente diferente, com qualidade visual inferior e foi muito pouco utilizada, sendo mais adequadas para outros tipos de garrafas que não PET, como recipientes de produto de limpeza.